Buscar

Como descobrir o propósito do seu negócio

Se você não tem ideia de qual é ou como encontrar o propósito do seu negócio, além de fazer dinheiro pra colocar comida na mesa e pagar as contas, calma que tudo tem jeito.


Vamos direto ao ponto.


Você não sabe se precisa encontrar um propósito?

Vou ser clara: se você fica perdido, sem saber direito o que fazer, alguém te oferece uma proposta e você nunca sabe se deve aceitar ou não, acaba fazendo coisas que não concorda simplesmente pra "fazer acontecer" e assim vai seguindo, sem rumo, sendo levado pelo mercado.


Nesse caso, você precisa descobrir um propósito que seja um fio guia.


Propósito é a base das coisas, é a estrutura que dá suporte pra que o resto cresça com direção.


Não é frase bonita pra colar na parede ou post motivacional, encontrar o propósito é criar raiz e cultura de marca.


Um negócio que se guia pelo propósito toma decisões mais coerentes e se torna mais sólido conforme o tempo passa, além de criar uma rede de pessoas que realmente acreditam na causa, que compram e indicam com vontade.


Se você ainda não consegue visualizar isso, dá uma olhada aqui, onde falo sobre consumo afetivo consciente e uma nova era para comunicar e vender.

Propósito é CAUSA, é guia, é caminho – não é linha de chegada.



Ou seja, você provavelmente não vai chegar a uma resposta tão rápido e mesmo que você chegue, posso te garantir que ela vai ser lapidada ao longo do tempo. Caminhando a gente aprende a caminhar e vai percebendo novas necessidades, novas buscas, tanto internas quanto externas.


De qualquer forma, o exercício que proponho aqui pode te ajudar.


Existem dois caminhos principais para encontrar um propósito:


1. ESCOLHA UM PROBLEMA

2. CONSERTE UMA FALHA NO TEU NICHO



saia feita de plásticos transparentes com escritos em vermelho, tênis de plástico vermelho em fundo azul do chão.

Escolha um problema


O mundo é cheio de problemas, escolha um pra resolver e vai fundo, abraça a causa através da tua marca.


Tudo bem se você já escolheu mais de uma causa, porque a grande maioria dos movimentos de mudança se conectam em alguns pontos.


Normalmente, escolhemos como propósito movimentos pelos quais a gente tem alguma afinidade pessoal. Eu tive um projeto de sustentabilidade porque estava em uma busca para reduzir meu lixo e diminuir o impacto negativo no mundo – era uma busca pessoal, que também era uma busca coletiva e resultou em um projeto.


Esse mesmo projeto me levou a perceber que as empresas tinham um papel muito importante nesse cenário de degradação e regeneração – tanto ambiental quanto social.


É por isso que nós decidimos criar a Direção, para dar suporte para marcas da nova era com intenções de mudança poderem se estruturar e se fortalecer para inspirar um mundo mais consciente. E com isso, alcançar o nosso propósito mais profundo que era a preservação da vida (dos humanos e do planeta como um todo).


Entende o raciocínio?


Um exemplo muito legal de uma marca que tem resolvido um problema no mundo de forma criativa é a Regressa. Ela faz upcycling com câmara de pneus e capa de guarda-chuvas quebrados e cria produtos novos lindos que substituem o couro animal.


Conserte uma falha no teu nicho


Resumindo o que é nicho: é a tua área de atuação.

Se você faz sabonetes, é cosmética natural – o que é um ultra-nicho do sub-nicho cosmética, do nicho autocuidado.


Nesse caminho, você precisa fazer uma análise do seu mercado e perceber quais são as falhas que estão acontecendo.


O que ninguém está fazendo que você poderia fazer?

Existe alguma situação específica que tem muita demanda e pouca gente ou ninguém fazendo?


Nós também seguimos por esse caminho – viu, é possível seguir pelos dois – e percebemos que o mercado do marketing era muito agressivo, muita gente não se identificava com esse discurso padrão e não tinha ninguém falando de comunicação consciente com a visão que nós tínhamos sobre.

Ou seja: tem demanda e você sabe o que fazer para ajudar.



pés se entrelaçando um no outro no meio de uma grama

Olhar para o seu passado pessoal e profissional pode te dar muitas pistas de qual é o propósito do seu empreendimento hoje.


Você participou de um projeto social que gostou muito? Aquilo te dava tesão?

Você trabalhou em uma empresa com uma cultura tóxica e quer propor uma iniciativa nova que mude isso?


Comece a refletir. Descobrir um propósito não é processo de adivinhação, é uma busca que envolve autoconhecimento, pesquisa de mercado, observação e alinhamento com os seus valores.


Gostou desse conteúdo? Compartilha com alguém que pode se beneficiar também, vamos aumentar essa rede <3


_____________________

Quem escreveu esse artigo?

Késsile Tanski, co-fundadora da Direção, comunicadora, empreendedora, criadora de conteúdo e praticante de slowliving :) Buscando a consciência em todos os cantinhos da vida.

Nosso insta @direcao.consciente

Nosso canal do youtube Fragmentos de Direção

Nossa comunidade gratuita no telegram

Quer fazer uma consultoria com a gente?

Quer fazer nosso curso de comunicação e marketing consciente?

81 visualizações0 comentário